Regulamentação do trabalho feminino e igualdade salarial

 

Em 1932, por meio de decreto presidencial, Getúlio Vargas estabeleceu o princípio do salário igual a trabalho igual e regulamentou o trabalho da mulher. Apesar da medida, as mulheres ainda sofrem com a desigualdade salarial, o preconceito e o desrespeito. Segundo pesquisa do IBGE, as trabalhadoras ganham, em média, 20,5% menos que os homens no país. O machismo e o preconceito ainda persistem e afetam diretamente as brasileiras. É preciso assegurar a evolução da mulher no mercado de trabalho, com direitos iguais. Precisamos mudar urgentemente essa triste realidade!


site desenvolvido por Agência Libre e ConsulteWeb | 2020