Desigualdade Social no Brasil

 

Na sessão plenária de segunda-feira (17/2), o deputado federal André Figueiredo fez uma análise do atual cenário brasileiro e mundial da desigualdade social, pontuando que o país necessita urgentemente construir novas rotas econômicas contra o problema social. André destacou a louvável convocação do Papa Francisco aos economistas do mundo para discutir o assunto. 

Outro ponto pautado no discurso foi a fome. De acordo com André, é inaceitável a quantidade de pessoas no mundo que passam por esse problema, já que a produção mundial é suficiente para o abastecimento de todos. “Não é falta de comida, é falta de justiça, é falta de partilha”, declarou. A má distribuição de renda também foi ponto de crítica do líder do PDT. “É inadmissível 1% da população deter a mesma riqueza dos 99% restantes juntos. Isso tudo deve ser revisto”, manifestou André.

No pronunciamento André também critica a alta lucratividade dos bancos, os juros abusivos e a falta de recursos para a economia produtiva do Brasil. “O pior é que o Governo Federal trabalha duramente para acentuar este apartheid social”, tuitou André sobre seu pronunciamento.

 


site desenvolvido por Agência Libre e ConsulteWeb | 2020